terça-feira, 23 de abril de 2013

Formação Continuada

            Comunidade Escolar tem encontro esta semana

    
 
      Nesta quinta e sexta-feira (25 e 26), a 35ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) realizará o Seminário Encontro de Formação Educação de Qualidade, como Direito de Cidadania, Dever do Estado e da Sociedade.

     O evento ocorrerá no auditório do Colégio Sagrado Coração de Jesus e terá como público alvo, professores, estudantes, funcionários das escolas e membros do Círculo de Pais e Mestres dos sete municípios envolvidos pela 35ª CRE.

     “Nossa previsão é que estejamos trabalhando com um total aproximado a 500 pessoas”, destaca a titular da CRE, Ângela Costa. Ela informa que na quinta-feira à noite, estará sendo oferecido, no CTG Tropilha Crioula, um jantar por adesão aos participantes do evento, com show artístico do cantor tradicionalista Jorge Dornelles.

      Já confirmaram presença ao evento, como painelistas, a ex-reitora da Universidade Federal do Pampa, Maria Beatriz Luce, a Psicóloga da PUC, Andréia Soster, o assessor técnico da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) Alejandro Jelvez e docente do campus local da Universidade do Pampa Patrícia Grossi.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Recuperação física da rede

Obras em escolas recebem R$ 208 milhões em 27 meses

       Entre janeiro de 2011 e o final do primeiro trimestre de 2013, foram executadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) 1.380 obras em prédios escolares, com investimento de R$ 208.305.656, 32. Dessas, 804 receberam carimbo de emergenciais (R$ 113.138.120,13). Segundo informação do coordenador do Departamento de Obras Escolares do Departamento Administrativo da Seduc, Jaider Batista, todos os processos de obras abertos até março de 2013 estão encaminhados, encontrando-se em diferentes etapas de execução. Além dessas intervenções, estão em andamento 147 obras e 105 obras estão liberadas para receber Ordem de Início.

      Outras 141 escolas têm projetos em fase de licitação ou contratação, com recursos do Banco Mundial e está em andamento o processo de contratação dos projetos do Plano de Necessidade de Obras (PNO), que vai revitalizar numa primeira etapa as 524 maiores escolas estaduais, todas com mais de 300 alunos. A expectativa é de que até dezembro obras possam ser iniciadas, dependendo do andamento das licitações. Dessas 524, 65 serão recuperadas com recursos do Ministério da Educação. As 197 menores escolas compõem a segunda fase da primeira etapa do PNO e as demais 262, a terceira fase.

     O balanço foi apresentado pelo secretário estadual da Educação, Jose Clovis de Azevedo, nesta sexta-feira (19), em reunião na sede da Seduc com os coordenadores regionais de Educação das 30 regiões do Estado. A secretária-adjunta Maria Eulalia Nascimento também participou da atividade.

     Azevedo destaca que a recuperação física das escolas da rede estadual é uma prioridade desde o início do governo, que terá ações contínuas até o final da gestão. Segundo o secretário, a recuperação da rede incide diretamente sobre a qualidade do trabalho e à aprendizagem de crianças e jovens.

                                                  FDRH
     Na reunião de hoje também foram feitos relatos referentes ao concurso público do magistério, cujas provas serão realizadas nas cidades-sede das Coordenadorias Regionais de Educação em 19 de maio, em locais e horário a serem divulgados em edital específico pela Fundação para o Desenvolvimento dos Recursos Humanos.
Compareceram à reunião com as CREs a diretora de Desenvolvimento Institucional da FDRH, Karin Palombini Grehs, a Chefe da Divisão de Concursos Públicos Ana Julia Petter e os servidores da Divisão de Informática Marília Stein e Everton
Fernandes. A equipe da Fundação prestou orientações gerais a respeito das atividades a serem desenvolvidas pelas CREs, antes e durante as provas e demonstrou o sistema de gerenciamento operacional do concurso, que será realizado nas cidades-sede das 30 CREs.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Formação


                  Coordenadoria de Educação reúne comunidade escolar em seminário:

        Na  próxima semana, dias 25 e 26 de abril, a 35ª Coordenadoria Regional de Educação  realizará o Seminário “ Educação de Qualidade como Direito de Cidadania, Dever  do Estado e da Sociedade”.

       O evento trará à cidade representantes da comunidade escolar das Escolas Estaduais dos sete municípios de abrangência do órgão. “Estaremos trabalhando com um total aproximado de 500 pessoas”, destaca a  Coordenadora Regional de Educação, Angela Costa. Professores, estudantes,pais e funcionários das escolas estarão reunidos para dois dias de estudo e reflexão.

      Tendo como local o auditório do Colégio Sagrado Coração de Jesus, serão painelistas na atividade o Secretário Estadual da Educação, José Clóvis Azevedo, a ex- reitora da Universidade Federal do Pampa, Maria Beatriz Luce, a Psicóloga da Pontifícia Universidade Católica, Andréia Soster, bem como o Assessor Técnico da SEDUC-RS,  Júlio Alejandre Javares e a Docente do campus local da Unipampa, Patrícia Grossi.

Educação e História

Livro com memória da ditadura chega a CREs e escolas da rede

Foto da Notícia                          

         Todas as Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) passam a contar, a partir desta quinta-feira (18), com um exemplar da obra “Não Calo, Grito – memória visual da ditadura civil-militar no Rio Grande do Sul”, projeto que resulta de parceria entre o Ministério da Justiça/Comissão Nacional da Verdade e o Centro de Assessoria Multiprofissional (Camp). O livro é assinado pela professora da UFRGS Carla Simone Rodeghero e pelos historiadores Dante Guimaraens Guazzelli e Gabriel Dienstmann e traz para a sociedade brasileira mais de 300 imagens – fotos e charges –acompanhadas por textos, sobre a ditadura no Rio Grande do Sul. Depois das CREs, o livro chegará às escolas de ensino médio da rede estadual, numa doação de mil exemplares feita pelo Camp à Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Além do livro, compõe o kit doado à Seduc um guia pedagógico, a ser utilizado em sala de aula, e que tem por objetivo propor reflexões sobre o ensino de história da ditadura e apresentar sugestões de atividades a serem feitas em turmas de ensino médio.

        Representando o Camp, a representante do Conselho Diretor do Centro, Iria Charão, manifestou satisfação da entidade em ceder os livros para a rede estadual. “Houve muitos gritos que não foram ouvidos, foram calados. Com o livro, buscamos recuperar uma fase triste da nossa história. É preciso que este período triste da vida brasileira seja conhecido de todos”, frisou Iria.

      No ato de entrega dos livros à Seduc, durante reunião com as CREs, em Porto Alegre, a professora Carla frisou que a intenção do projeto é ampliar o conhecimento social a respeito do período retratado na obra – de 1964 aos anos 80 e valorizar os movimentos e atos de resistência à ditadura militar. Para Carla, ceder os livros e leva-los às salas de aula onde jovens estudam é uma das ferramentas para obter essa ampliação de conhecimento.

     “O livro faz um resgate de um período mas também é muito representativo a respeito do presente”, enfatizou a professora da UFRGS. Não Calo Grito traz registros fotográficos da imprensa oficial do Governo do Estado, dos órgãos de imprensa, além de charges e dos textos assinados pelos autores. A preocupação pedagógica se manifesta tanto na seleção das imagens quanto na elaboração do texto. O guia destinado a professores e ao trabalho com os alunos também ilustra a preocupação pedagógica do projeto financiado pelo edital Marcas da Memória, da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Divulgação de vaga para contrato temporário



               Disciplina : Matemática

               Escola : Técnica Olavo Bilac

              Carga Horária:  28 horas
             
              Turnos : Manhã e Tarde

            
                                         São Borja, 18 de abril de 2013

                                                            Luiz  Carlos de Santis Alves
                                                 Diretor de Recursos Humanos - 35ª CRE - São Borja

Gestão da aprendizagem

Seduc vai acompanhar implantação do ensino médio politécnico durante 2013

Foto da Notícia Foto da Notícia                          

       Para discutir temas relacionados com a reestruturação curricular do Ensino Médio, com o concurso público que será realizado em maio, política de recursos humanos e obras escolares a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza nestas quinta e sexta-feira, 18 e 19 de abril, reunião com representantes das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). A primeira etapa do encontro, que foi aberto pelo secretário Jose Clovis de Azevedo, debate a continuidade do Plano Estratégico de acompanhamento da implantação do ensino médio politécnico na rede estadual.

       Até dezembro, a Seduc irá monitorar e acompanhar a implantação do Ensino Médio Politécnico em todas as regiões do Rio Grande do Sul. O Plano Estratégico, iniciado em março, visa incidir sobre as práticas cotidianas na escola para garantir mais qualidade de aprendizagem e diminuição nos índices de reprovação e abandono. Entre as ações está o acompanhamento de todos os alunos que se encontram em Progressão Parcial. “A função central da escola é ensinar, e o processo de ensino-aprendizagem está estritamente vinculado. Sem buscar culpados, nossa ação identifica responsabilidades de todos os agentes, do aluno ao gestor”, enfatiza Azevedo.

      De acordo com a coordenadora de Gestão do Ensino Médio e da Educação Profissional da Seduc, Maria de Guadalupe Menezes de Lima, o acompanhamento do trabalho de implantação da reestruturação curricular na rede estadual terá por base o resultado da rodada de reuniões realizadas junto a comunidades escolares entre março e abril. Essa rodada, feita por seis técnicos da Seduc, incluindo assessores técnicos, coordenadores de área e o diretor pedagógico, permitiu “analisar, compreender e intervir, visando à gestão da aprendizagem na rede”, enfatiza Guadalupe.

    A coordenadora explica que a primeira etapa do trabalho permite a tomada de decisões para aprofundar e aprimorar o processo de implantação na rede. Por isso, o acompanhamento junto às escolas, com participação das CREs, será realizado até dezembro, com análise primordial de seis itens abordados nas reuniões locais com as comunidades escolares, considerando avanços já observados e dificuldades para implantação do Ensino Médio Politécnico. Esses seis itens constituem a concepção e os princípios da reestruturação curricular e são os seguintes: interdisciplinaridade, planejamento das práticas escolares, pesquisa, seminário integrado, interlocução com a comunidade escolar e avaliação emancipatória.

    Na abertura do encontro, Azevedo destacou que a reestruturação curricular proposta pela Seduc, que se encontra em implantação gradativa na rede até 2014 (turmas de 1º ano em 2012, de 2º em 2013 e as de 3º ano em 2014), tem as mesmas bases e referências da proposta de reforma no ensino médio a ser implementada em todo o país pelo Ministério da Educação (MEC). O secretário, que se reuniu com a coordenadora para o Ensino Médio no MEC, Sandra Garcia, em agenda na última quarta-feira, também destacou que a partir de 2013 todas as escolas estaduais poderão aderir ao Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI). O processo de adesão incluirá acompanhamento do Departamento Pedagógico da Seduc, em relação a resultados, sendo o mais importante a aprendizagem.

Na reunião, o diretor pedagógico da Seduc, Silvio Rocha, destacou que o país vive a expectativa de lançamento, ainda no primeiro semestre, do Pacto pela Aprendizagem no ensino médio, iniciativa do MEC que promoverá mudanças significativas na estrutura da Educação Básica brasileira, da estrutura curricular ao exame nacional do ensino médio, passando pelas provas de avaliação nacionais.

A reunião prossegue ao longo da tarde de quinta-feira.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Volta às aulas

Ano letivo 2013

Alunos da rede estadual retornam às aulas nesta quarta-feira

Mais de um milhão de alunos da rede pública estadual retornam suas atividades escolares nesta quarta-feira (27). São 2.574 escolas com um total de 81.464 professores que iniciam o ano letivo de 2013. Segundo o secretário de Estado da Educação, prof. Dr. Jose Clovis de Azevedo, a Pasta da Educação, por meio das 30 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), vem trabalhando para qualificar a Educação Gaúcha. Entre as ações, 916 escolas foram reformadas com investimentos de R$ 114 milhões e foram investidos R$ 66 milhões em modernização tecnológica através do Programa Província de São Pedro. Azevedo, também destaca a trabalho pedagógico da Secretaria (Seduc) na reformulação curricular dos 1os anos do Ensino Fundamental e Médio, retomando para o Estado a função principal da pasta, a ação pedagógica. “Estamos revertendo a curva descente da Educação para avançarmos numa educação com qualidade para todos”, disse.

Ao longo da semana, cada Coordenadoria realizou atividades de formação para marcar a abertura do ano letivo. Aproximadamente 30 mil pessoas participaram das atividades. Na próxima terça-feira (5), às 14h30, alunos e professores serão recebidos para uma cerimônia oficial de entrega de equipamentos e reconhecimento dos alunos gaúchos medalhistas nas Olimpíadas Nacional da Língua Portuguesa e Matemática, no Palácio Piratini. Na ocasião, 30 professores receberão tablets, representando os 22 mil professores efetivos do Ensino Médio que serão comtemplados com o equipamento tecnológico. Além disso, serão entregues dois tratores para escola técnicas agrícolas que irão simbolizar as 27 escolas comtempladas na ação que tem investimento de R$ 2,2 milhões.

Também nesta quarta-feira começam as inscrições para o segundo concurso do magistério com 10 mil vagas. Em 2012 foram nomeados em tempo recorde 5.600 professores aprovados no concurso realizado em abril passado. As inscrições vão até 13 de março através da internet no site da Fundação de Recursos Humanos (FDRH). www.fdrh.rs.gov.br

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Ano Letivo

        Videoconferência traz Gaudêncio Frigotto à Capital

        Para falar a mais de 20 mil professores, por meio de videoconferência, o professor e pesquisador Dr. Gaudêncio Frigotto estará na Capital na próxima segunda-feira (25), a convite do secretário estadual da Educação, Jose Clovis de Azevedo. Frigotto e Azevedo serão os conferencistas na primeira videoconferência promovida pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio da 1ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), da Capital. A reunião pedagógica marca o início do ano letivo para os professores e será realizada no auditório Mondercyl, na sede do Ministério Público (Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80 – Praia de Belas), com presença estimada de 500 professores. Pela transmissão simultânea, cerca de 20 mil pessoas, entre professores, equipes de escolas e assessores da Seduc e CREs, devem ter acesso ao conteúdo pedagógico. A transmissão é uma parceria com a companhia de Processamento de Dados do Estado, Procergs.

      A videoconferência da Capital é uma das atividades desenvolvidas nas 30 CREs na segunda-feira. O link estará disponível neste site, na segunda, a partir das 9h. O acesso será pelo site da Seduc (www.seduc.rs.gov.br), no link http://www.educacao.rs.gov.br/pse/html/videoconferencia.html
Os requisitos mínimos para acesso são banda de internet de 1Mb para cada acesso, uso de navegadores Internet Explorer 7 ou superior e Mozilla Firefox 3 ou superior. É preciso também ter instalado o Flash Player instalado. Se necessário acesse http://get.adobe.com/br/flashplayer

      A expectativa é de que 500 pessoas estejam no MP, 10 mil pessoas nas escolas, 1,5 mil em CREs, 6,5 mil em 125 pontos extras nas cidades de Gravataí e São Leopoldo. Outras 13 mil pessoas serão os participantes das formações descentralizadas, promovidas pelas respectivas CREs, com destaque para Três Passos (21ª CRE), que estima a participação de 2.4 mil professores.

     A formação de início de ano letivo também está prevista para a terça-feira (26), em escolas e outros espaços das CREs. O início das aulas na rede estadual será na quarta-feira (27), com a recepção aos mais de um milhão de alunos.

     Veja abaixo a lista das CREs e expectativa de professores em formação, totalizando mais de 30 mil docentes em momento de estudo e reflexão pedagógica nos dias 25 e 26.

3ª CRE Estrela 300 pessoas
4ª CRE Caxias 300 pessoas
5ª CRE Pelotas 600 pessoas
7ª CRE Passo Fundo 750 pessoas
8ª CRE Santa Maria 200 pessoas
10ª CRE Uruguaiana 1500 pessoas
11ª CRE Guaíba 200 pessoas
13ª CRE Bagé 300 pessoas
19ª CRE Livramento 300 pessoas
20ª CRE Palmeira das Missões 1000 pessoas
21ª CRE Três Passos 2400 pessoas
23ª CRE Vacaria 600 professores
25ª CRE Soledade 500 professores
27ª CRE Canoas 700 professores
28ª CRE Gravataí 700 professores
32ª CRE São Luis Gonzaga 1500 professores
35ª CRE São Borja 500 professores
39ª CRE Carazinho 400 professores

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013



                                            
                                               LANÇADO PRONATEC EM SÃO BORJA
Silvana Araújo, Alexandre Stein e Jussara Mendes
         Em solenidade realizada na manhã desta quinta-feira,21 de fevereiro, a 35ª CRE lançou oficialmente, em São Borja, o Pronatec, Programa Nacional de Ensino Técnico e Emprego, aos estudantes da rede estadual. O ato ocorreu no Colégio Estadual Getúlio Vargas e teve a participação da Coordenadora Adjunta e Diretora Pedagógica da 35ª CRE, Maria Jussara Mendes, da representante do Senac, Silvana Araújo , do diretor operacional do Senai, Alexandre Stein, e da Doutora Elisangela Pessoa, diretora acadêmica do campus local da Unipampa, que é parceira em eventos de formação da CRE. Estiveram presentes também, na ocasião, diretores das escolas que oferecem Ensino Médio na cidade, bem como representantes de cada comunidade escolar, pais, estudantes, professores e funcionários das escolas.
        O  Pronatec é realizado pelo Governo Federal, em parceria com estados e municípios e o sistema s, integrado pelo Sistema Nacional do Comércio ( Senac ) e Sistema Nacional da Indústria ( Senai ).
       O referido programa ofertará cursos de Inglês e Espanhol, nos níveis inicial e intermediário, destinados a estudantes do Ensino Médio, com o fornecimento de vale-transporte e vale-alimentação. Segundo informações repassadas pela professora Maria Jussara Mendes, os estudantes que pretendem frequentar os cursos oferecidos pelo Pronatec, deverão inscrever-se em duas etapas, a partir de 25 de março, na Coordenadoria de Ensino, e a seguir, nos locais dos cursos.